terça-feira, 28 de dezembro de 2010

2010 - Balanço parcial ainda há de ser revisado!

Retrospectiva 2010...
Inicialmente vou salientar que este ano foi um ano maravilhoso em vários sentidos, foi um ano verdadeiro e sincero, onde não está sendo deixado para trás sequer uma duvida...
Houve fatos dos quais as lembranças não serão as melhores, mas ainda sim os bons momentos superam com louvor os momentos ruins, aos quais foram tão poucos que não se vale a pena mencionar!
O 1° dia deste ano as primeiras horas deste dia, estava na igreja junto com minha família em Cristo, as primeiras palavras proferidas pela minha boca foram de bênçãos sobre minha vida e a vida de meus irmãos, todo o ano meu louvor foi somente para Deus, este 1° dia do ano os primeiros louvores que levantamos como família foi unicamente para Deus.
No entanto não fechamos muito bem esta noite, ficamos até o fim da festa e fomos fechar o salão guardar as coisas na igreja e por fim ir embora estávamos em cinco sendo uma criança dentre esses cinco.
Ao findar de tudo pronto para ir embora à nossa frente dá se inicio a uma briga vários meninos contra um, e um dos que comigo estavam saiu da igreja na tentativa de ajudar a este menino ao qual ele conhecia no intuito de tentar impedi-lo acabamos recebendo umas pedradas, nada de mais não acertou ninguém e o menino que conosco esta acabou por sair do meio da confusão, fomos embora.
Mais no, mas, o mês de Janeiro foi muito mais que isso, foi um mês de decisão, onde fomos para Cuiabá nas celebrações de verão, um guardinha a quem eu amo muito até hoje por mais que não saiba seu nome nem nada dele jamais esquecerei aqueles olhos azuis, nem tão pouco o quanto ele brigou comigo e o quanto eu chorei.
Tendo voltado desta viagem fizemos em Jaciara a mesma celebração que foi uma benção, o mês de Janeiro é o mês de aniversário de minha mãe, e foi um mês muito bom.
Mês de fevereiro de 2010, esse foi um mês muito complicado foi nesse mês que abandonei disse adeus a minha maior paixão ao mais me fascinava ao que me caracterizava, e também ao que me afundava! Foi este meu ultimo mês como fotografa, e também o primeiro mês de aula na faculdade, ainda me recordo do 1º dia de aula quando cheguei vi a Diva sentada agarrada ao caderno num medo tremendo...
Muito bom esses dias grandes recordações a reprovação ao professor de Antropologia que durou dias, tenho até medo de ver as redações que a ele escrevi.
Mês de março de 2010, dias tranqüilos sem muitas lembranças nem muito o que falar, fomos a Cuiabá novamente no congresso de homens e mulheres show do Daivd Killan e voltamos tudo muito rápido mas uma delicia.
Mês de abril de 2010 também sem grandes emoções, meu aniversário, fizemos uma reunião de família, e um dia antes a essa reunião no dia do meu aniversário mesmo invadiram minha casa com fores e folhas... para me fazer uma surpresa... Até o “Mau” estava lá amei muito.
Mês de maio estes sim foram uns dias bem neutros, mês do aniversário de minha irmã doida de pedra e dia das mães.
Mês de junho final de semestre na faculdade, provas finais, nos reunimos para comer pizza, isso a galera da faculdade, mas não foram muitos os que compareceram, como havia feito amizade com os meninos do outro curso sentamos juntos e fizemos a festa em algum lugar ainda tenho o registro daquela noite...
Mês de julho, pensa num mês pra lá de bom, fomos a Brasília celebrações de inverno, que maravilha, pra ficar melhor bastava que eu não enjoasse de andar de ônibus, ainda assim foi tudo muito bom uma delicia, parecia uma amostra de como é estar em um filme. Brincamos bastante dançamos e fizemos novas amizades, muito bom mesmo, boníssimas lembranças.
Mês de agosto mês do meu encontro com Deus minha revisão de vida foi tremendo. Aconteceu também a abertura da minha célula de adolescentes que tem me dado tanta alegria e amor, tem me feito a cada dia aprender um pouco mais, e o que eu mais aprendo é a ter paciência e amar aquelas crianças...
Mês de setembro, mais uma vez em Cuiabá, desta vez na chácara SNT (Sara Nossa Terra) congresso motivacional, ali sim ouvi tudo o que precisava ouvir, foi onde eu mais aprendi este ano, foram às palavras que eu realmente precisava, não ouve empecilho algum não ouve brigas, Ha.! Sim, como poderia eu me esquecer à cama quebrou no pé da minha líder, mas fora isso foi só a Glória de Deus lembrarei para todo o sempre daqueles dias e já tenho por eles saudade.
Mês de outubro, sem muitas recordações.
Mês de novembro, final de semestre na faculdade, uma briga tremenda dentro da sala de aula, mesmo estando com as portas fechadas se ouvia os gritos no corredor e no andar de baixo. Fomos acusados de ser causadores da exclusão de alunos sendo nós apenas três ou quatro não sei bem com quem contavam. Mas por fim Deus é mais, eu acabei sendo a presidente da sala, não teve confraternização entre todos os alunos de nossa sala, mas ainda sim foi um mês produtivo as mascaras caíram. E neste mês iniciei minhas aulas no coral que me foram de grande ajuda para que eu aprenda a nunca mais na vida trocar ou prometer nada a ninguém a menos que eu pretenda cumprir.
Mês de dezembro é nesse mês que vos escrevo este balanço, pensa nuns dias de turbulências coisas que jamais pensei que pudessem acontecer aconteceram, houveram pedidos de “vem morar comigo” de vovó, de tia, de primas e até de pretendentes vê se pode. Declarações e pedidos de casamentos. Uma pergunta me foi feita e mantida sem resposta: O que para você seria uma prova de AMOR? Tentei remendar a pergunta fazendo outra na troca, mas não resolvi nada, o remendo: Quem sabe sem pedir prova de amor???.
Fiz muitos projetos e planos nesse ano, coisas que nem sabia que no final do ano passado havia pedido e aconteceu, outras coisas de fato eu não queria e aconteceu, teve até coisas que não imaginava e aconteceu. O que tive como controlar eu o fiz mantive no controle e o que não dependia somente de mim ficou nas mãos de Deus.
Aos que comigo estiveram este ano fabuloso viram todos esses acontecimentos viveram comigo, uns choraram junto de mim e uns também riram estando ao meu lado, peço desculpa aos que magoei com esse meu jeito hiper sincero, sei que muitas vezes poderia ter mentido inventado uma boa desculpa, mas prefiro falar a verdade ainda que me doa ou que eu faça outra pessoa sofrer. Ao menos assim os que me conhecem me entendem, e junto de mim só permanecem esses!
Queridos amigos e familiares é com grande satisfação que vivo ao lado de vocês. E pretendo que em 2011 haja mais sinceridade entre nós onde o amor, a alegria e toda a Paz do Senhor esteja junto de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário